Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

goncalvejarco

Navegador. Trabalhei com figuras de renome, como Infante D. Henrique, Bartolomeu Perestrelo, Tristão Vaz Teixeira, Capitão Iglo, etc.

Pede-se o favor de não limpar a casa de banho

gang limpezas.jpg

No restaurante de um clube recreativo, para os lados de Sacavém, vi um papel na porta da casa de banho que dizia:

 “Pede-se o favor de não sujar nem limpar a casa de banho. Deixe-a como encontrou.”

Aquilo não parecia uma casa de banho de um restaurante, parecia o local de um crime.

 

Quem é que se dá ao trabalho de limpar uma casa de banho fora de casa?

Será que há alguém que diz “Olha para esta casa de banho. Deixa-me cá dar uma lixiviadela que este chão não está em condições.”? Entretanto, aparece o amigo: “Então, não vens para a mesa?” “Já vou. Deixa-me só passar Cif Gel nesta retrete, que isto está uma desgraça.”

 

Claro que aquela mensagem pode ser só uma piadola de trazer por casa. De banho. Mas e se não for? (Entra som assustador de filme assustador) Fica a questão.

 

Se calhar foram vítimas do perigoso gangue limpador de lavabos, que já higienizou várias sanitas e lavatórios do município de Loures a sangue frio. Ninguém está a salvo da violência dos seus lava-tudos perfumados. A polícia anda no encalço desta pandilha há anos, mas até agora sem sucesso, porque eles eliminam todas e quaisquer impressões digitais com lixívia Neoblanc Densa+ Harmonias Florais.

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.